quarta-feira, 22 de abril de 2015

Fora da sociedade


Onde vivemos, onde estávamos, onde moramos é o nosso lugar na sociedade, uma sociedade fechada, cheia de padrões e regras que somos obrigados a nos adequar, se estávamos fora da sociedade, estamos fora do mundo.

No livro Cidade de Papel do John Green, tem uma personagem que por ela ser diferente, por não querer se adequar aos padrões da sociedade, ela é finge que esta neles e quando ela vai atrás de uma vida alternativa, ela é estranha, misteriosa, problemática e outras coisas.
A teoria dela é, que vivemos em uma cidade de papel, onde as pessoas, os prédios e tudo o mais é de papel, nada é realmente real.

Então a vida de cada pessoa é um livro com paginas de papel, que tem simplesmente o nascimento, a escolaridade, a adolescência, a faculdade, o emprego, o casamento, os filhos e a morte. Qual é o sentido de viver uma historia já premeditada?

É louco aquele que quer buscar uma sociedade diferente na qual vivemos, aquele que simplesmente quer um desfecho da sua historia, sair daquele amontoado de papel e estar em algo diferente, onde não precisamos ser Maria, José, Carlos, Fernanda e ser nos mesmos.

Onde não precisamos nos encaixar em algo, mais aquele algo se encaixa na gente. O ser humano vive em procura disso, se encaixar ou ser encaixado, mais se a resposta for simplesmente se outra sociedade, mesmo que parecida, possa encaixar a sua peça de quebra cabeça, na qual a sociedade predominante não pode.

Talvez a felicidade e a verdadeira razão esteja em algo totalmente alternativo e novo, onde somente poucos tem o prazer de ver e se procurarmos poderemos ver também...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...