quinta-feira, 21 de abril de 2016

Resenha: Sherlock Holmes- O sinal dos Quatro


Nome: Sherlock Holmes- O Sinal dos Quatro
Autor: Arthur Conan Doyle

Entre todas as historias de Sherlock Holmes, esta foi a mais dramática, complicada e ainda achamos que o nosso caro detetive não vai conseguir. Assim, ficamos conhecendo melhor do que nunca todos os seus métodos dedutivos.

Por favor, o livro chama-se "O sinal dos quadro", ao invés de "O signo dos quatro". O encontro destes cavalheiros não ficou escrito em nenhuma estrela para ser "signo". Eita tradução errada.

Tudo começa, um lindo dia na Baker Street. O Sherlock se queixando de tédio e usando drogas estingando o pensamento. Então, Watson propõe um desafio. Como um bom medico não quer ver o seu melhor amigo se matando. Dando a Sherlock um relógio antigo e após alguns minutos... descobriu ser de seu (do Watson), era bêbado, divorciado e havia morrido. Fantástico!

O caro Watson pode ter perdido o desafio, mas não perdeu o dia. Entrou uma bela jovem, a sta.Marry (futura sra. Watson), pedindo a ajuda dos cavalheiros.

Um clássico das aventuras do sr.Holmes, um cliente chega contando uma historia simples, criando um desfecho ilustre, acontece um assassinato, os dons do detetive se apuram e acaba encontrado uma incrível solução.

Na maior parte do livro, fica preso em capítulos minuciosos contando a historia do motivo do crime. Algo contado rapidamente no final. Tirando estes capítulos, o livro é ótimo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...